Descobertas Arqueológicas

CINCO DAS MÚMIAS Foram desenterradas 17 múmias de pessoas comuns num conjunto de corredores subterrâneos na localidade de Tuna el-Gabal, região situada 250 quilômetros ao sul do Cairo. O fato ocorreu em maio de 2017. Junto a elas foram encontrados seis sarcófagos de pedra calcária, dois caixões de argila, dois papiros escritos em demótico e diversos vasos. Havia também ataúdes para animais e pássaros. O local fica próximo a um antigo cemitério que abriga milhares de ibis e babuínos mumificados. a primeira vez que múmias não reais são localizadas naquela região. Essa foi a primeira necrópole humana encontrada no centro do Egito com número tão grande de múmias.

UMA DAS MÚMIAS As múmias foram cuidadosamente preservadas, indicando que provavelmente pertencem a servidores do rei e sacerdotes. A necrópole fica a oito metros abaixo do nível do solo e remonta ao Período Tardio (c. 712 a 332 a.C.) e ao Período Greco-Romano (332 a.C. a 395 d.C.). Na realidade foram encontrados quatro poços levando àquela profundidade. Eles desnbocam em catacumbas onde as múmias de homens, mulheres e crianças foram achadas em boas condições de preservação. Em uma das câmaras os ossos humanos e os crânios estavam empilhados. A maioria das múmias estavam dispostas lado a lado em ambas as laterais do ambiente. Enquanto algumas foram deixadas sobre pedra lisa e em ataúdes de madeira, diversas foram empilhadas umas sobre as outras. Ao lado a foto mostra uma das múmias tendo sobre ela crânios de animais.




ANDARILHOSRetorna

HOME PAGEHome page