Descobertas Arqueológicas

AMULETO DE TUTMÓSIS Um raro amuleto com o nome do faraó Tutmósis III (c. 1479 a 1425 a.C.) foi encontrado em Jerusalém por uma menina de 12 anos de idade em abril de 2016. A peça, descoberta por Neshama Spielman, mede apenas 21 mm de largura, 4 mm de espessura e 16 mm de altura e tem a forma de um pingente do qual falta sua seção inferior. Um orifício no topo permitia que fosse amarrada e pendurada no pescoço. O relevo mostra um cartucho do rei e à sua direita estão remanescentes de outro símbolo egípcio, uma naja, da qual partes da cabeça e cauda estão preservadas. Acima fica o símbolo do olho. Aquele faraó referiu-se a si mesmo como aquele que subjugou mil cidades e sabe-se que por mais de 300 anos Canaã e a cidade de Jerusalém estiveram sob domínio egípcio o que explica a presença deste amuleto naquela localidade. Foto Adina Graham.



ANDARILHOSRetorna

HOME PAGEHome page